Por falta de recursos seleção brasileira de Futsal Down pode ficar fora do Mundial da Turquia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Compartilhe esse texto !
Time campeão do mundo pode ficar de fora do próximo mundial por falta de investimentos.
#PraTodosVerem: Na foto estão 19 pessoas com camisas amarelas representando o Brasil.12 delas estão em pé, sendo que o primeiro da esquerda para a direita não possui Síndrome de Down. Os outros sete estão agachados. Ao fundo está uma arquibancada com torcida. Fim da descrição. Foto: Divulgação/CBDI.

O Brasil é o atual campeão mundial de Futsal Down, e também, tem o melhor jogador do mundo na modalidade, Renato Gregório. Mas nem isso tem sensibilizado empresários a investir na modalidade.

E a falta de recursos poderá inviabilizar a participação da equipe brasileira no mundial da Turquia que acontece em março, em Antalya, no entanto, o prazo de inscrições se encerra em 31 de janeiro. E para isso, a partir de hoje, faltam apenas 13 dias.

O Mundial de futsal acontece junto com o Trisome Games (as olimpíadas para atletas com Síndrome de Down). Referência mundial no Futsal Down, o Brasil conseguiu um prazo maior junto à organização do evento, originalmente no mês passado. Mas, esse novo prazo se encerra agora, no dia 31 de janeiro. A questão é que, até agora, nenhuma empresa apoiou o projeto.

 “Realmente, agora, só por um milagre, para o Brasil participar. Mas, enquanto há esperança, vamos seguir sonhando e lutando para que nosso seguimento seja, no mínimo, respeitado, e que consigamos representar nosso país com dignidade e orgulho, mesmo não tendo apoio de nossos governantes”, finalizou Cleiton. 

O jornalista Vitor Guedes do portal Agora/Folha relatou as dificuldades da seleção brasileira em conseguir apoio, a partir disso, profissionais como Milton Neves, se mobilizaram para conseguir apoio. Neves abriu espaço em seu programa na rádio Bandeirantes, e entrevistou o técnico do Brasil, Cleiton monteiro.

Após as duas matérias, exibidas no Portal Agora/Folha e na rádio Bandeirantes, pessoas começaram a procurar a Confederação Brasileira de Desportos para Deficientes Intelectuais (CBDI), para ajudar a tentar conseguir recurso, solicitando a conta bancária da entidade. Muitos se prontificaram em fazer doações, querendo garantir a participação do Brasil no mundial.

Para conseguir fundos a CBDI divulgou uma conta bancária na qual podem ser feitas as doações: BANCO DO BRASIL AGÊNCIA: 1511-3 CC: 206565-7 CNPJ: 00.949.555/0001-84 A CBDI pede que, após depósito, a pessoa deverá enviar comprovante para o e-mail cbdifut@gmail.com “Você também pode ajudar. O Brasil agradece!”

Fonte: Deficiência em Foco

Luciano Roberto

Luciano Roberto

Meu nome é Luciano Roberto, cria do Alcântara, tenho 29 anos, sou pessoa com deficiência física, bacharel/profissional de Sistemas de informação e pré-candidato a vereador em São Gonçalo/RJ.

Deixe seu comentário !

Sobre mim

Luciano Roberto

Meu nome é Luciano Roberto, cria do Alcântara, tenho 29 anos, sou pessoa com deficiência física, bacharel/profissional de Sistemas de informação e pré-candidato a vereador em São Gonçalo/RJ.

Últimos Textos

Curta minha página

Meu último vídeo